Tragédia na Praia das Maçãs em Sintra

Tragédia na Praia das Maçãs em Sintra

Partilhar

A tragédia na Praia das Maçãs. A Praia de Sintra, a praia do Hino Nacional de Alfredo Keil, a praia do Templo Romano ao Sol e à Lua, a praia do elétrico (inaugurado em10 junho de 1904), a praia dos refugiados da 2.ª guerra que encontraram aqui abrigo ou a praia do Viking Sigurd, foi palco de um trágico afogamento no dia 28 de setembro de 1905.

A tragédia na Praia das Maçãs em Sintra, na quinta-feira dia 28 de setembro duas meninas do lugar do Mucifal, uma de 14 anos chamada Marcellina Rosa e outra de 15 anos chamada Umbellina de Assumpção, primas, foram como de costume pelas 7 horas da manhã tomar o seu banho despindo-se na barraca do João Cláudio, um dos quatro banheiros com instalações na praia que, quando as reconduzia, recomendou-lhes não tornassem a meter-se no mar.

Dentro em pouco quando o banheiro estava com outra cliente na agua alguém lhe disse atrapalhadamente: “Olhe as pequenas do Mucifal andam além embrulhadas”. Com efeito, as pequenas saíram da barraca e entrado de novo no mar, sendo logo levadas pela ressaca.

Tragédia na Praia das Maçãs – Tentativa de Socorro

João Cláudio atirou-se no seu socorro, começou a nadar com rapidez, chegando a agarrar uma delas pelo fato, mas tendo que a largar em virtude da violência das ondas; o pobre banheiro ainda mergulhou e ainda veio ao lume da agua estava exausto, conseguindo chegar a terra em virtude de lhe ter sido lançado uma toalha por uma mulher de nome Josephina que assim, ao vê-lo perto, mas sem poder nadar.

Quando a notícia chegou ao Mucifal os pais das vítimas dirigiram-se logo para a praia havendo então cenas bem dolorosas. Tendo chegado muita gente do Mucifal, começou uma perseguição aos banheiros que na sua grande excitação os culpavam do desastre tendo-se refugiado os perseguidos, uns no Chalet Cunha, outros no posto fiscal das Azenhas do Mar até onde aquela gente os foi apedrejando.

O cadáver da mais nova das vítimas apareceu em 2 de outubro nuns rochedos próximo do farol da Roca e o seu fato apresentava um grande rasgão, que bem demonstra que o banheiro João Cláudio ainda a conseguiu agarrar, sem, contudo a poder salvar.

A Praia das Maçãs em Sintra apesar da água cristalina e límpida é conhecida pela sua ondulação forte e agueiros. Todos os anos por diversas vezes há afogamentos naquela praia, nalguns casos fatais.

Scroll to Top